Nossa Responsabilidade

MISSÃO, PROPÓSITO E ESTRATÉGIA DE NEGÓCIO

Mantivemos, nos últimos anos, a ambição de fazer da BRF a mais relevante e inspiradora empresa de alimentos do mundo, com um modelo de negócios que valoriza o consumidor final, a força de suas marcas e a robustez da cadeia produtiva.

Como parte dessa ambição, realizamos consultas a diversos públicos de relacionamento internos e externos da companhia, com o objetivo de mapear as percepções sobre os temas-chave do presente e do futuro, e dos impactos sociais, ambientais e econômicos relacionados às nossas atividades. Diversos stakeholders, como clientes, fornecedores, consumidores, colaboradores BRF e membros da alta gestão, identificaram a relevância de assuntos ligados ao setor e ao modelo de negócio da companhia, entre eles as práticas de bem-estar animal.

Assim, a BRF reconhece que valorizar o capital natural em seus processos produtivos e relações é essencial e de sua total responsabilidade, como promotora do desenvolvimento sustentável. Por isso, trabalhamos de forma contínua em grandes frentes que contemplam não apenas as operações próprias, mas a cadeia como um todo, incluindo o desenvolvimento humano, a ecoeficiência, entre outras.


Crédito: World Animal Protection Brasil (WAP)

A BRF quer transformar positivamente toda sua cadeia global atuando de forma cada vez mais ética e responsável. A produção de animais é nossa base de atuação, sendo assim, o bem-estar animal é naturalmente uma motivação e responsabilidade da empresa, e a fomentamos não apenas dentro, mas também fora do universo BRF (com nossos parceiros).

Na BRF, produzimos frangos de corte e sua cadeia anterior (matrizes e avós), perus de corte e sua cadeia anterior (matrizes e avós) e suínos (bisavós, avós, matrizes e terminação). A produção agropecuária de perus e suínos acontece apenas nas operações do Brasil, enquanto a produção de frango e peru de corte, além do Brasil, acontece também na Turquia. Os produtos de origem bovina (lactéos e carnes) são produzidos por fornecedores auditados.

Estruturamos nossas práticas e compromissos por meio do programa global Bem-Estar Animal Feito pela BRF (Animal Welfare Made in BRF), que estabelece políticas, normas, processos, indicadores e treinamentos contínuos, respeitando as especificidades de cada localidade onde atuamos, sejam ambientais, culturais, climáticas ou religiosas. Com este programa, queremos trilhar mundialmente um caminho construído em uma base sólida e verdadeira. O programa contempla avaliação de gaps e oportunidades, com plano de ação de curto, médio e longo prazo para alcançarmos nosso objetivo global de maximizar o bem-estar dos animais.

Para dar maior sustentação ao programa, desde 2014 possuímos uma parceria com a ONG ONG World Animal Protection (WAP), que é parceira na identificação de oportunidades de melhorias que comprovadamente colaboram para o bem-estar dos animais. Juntos, buscamos avanços contínuos nos processos que envolvem os animais.

São realizadas reuniões periódicas dos pontos focais da parceria para acompanhamento das ações desenvolvidas, bem como dos Grupos Técnicos nos quais são discutidos os projetos em andamento. Ainda, trimestralmente é feito um repasse dos indicadores estabelecidos juntamente com a WAP para mensurar a evolução da BRF na temática.

NOSSAS AÇÕES

O comprometimento e a transparência da BRF são reconhecidos por sua presença no ranking internacional Business Benchmark on Farm Animal Welfare (BBFAW), ocupando o nível 2 do ranking por dois anos consecutivos (2016 e 2017) e, atualmente, está alocada no nível 3 (2018 e 2019).

A companhia também possui um case na cartilha cartilha Os Princípios Empresariais para Alimentos e Agricultura como Orientadores para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável do Pacto Global da ONU.

Como parte da disseminação do conteúdo sobre BEA, em agosto de 2019, apresentamos o Programa de Bem-Estar Animal Feito na BRF na SIAVS (Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura), que ocorreu em São Paulo. Dentro da programação de palestras disponíveis no estande da BRF, o tema teve destaque para que o público em geral recebesse informações sobre as ações desenvolvidas na empresa.

Nossa atuação é orientada pelos Compromissos de Bem-Estar Animal BRF, assumidos publicamente, com aplicação global e em todas as etapas de nosso processo produtivo. Estes compromissos são pautados por padrões que vão além das normas e legislações brasileiras e, em alguns aspectos, internacionais, bem como pelas cinco liberdades dos animais, conceituadas pela Farm Animal Welfare Council (FAWC), que são:

1

Liberdade
fisiológica

animais livres de
fome, sede e má
nutrição

2

Liberdade
ambiental

animais livres de
desconforto

3

Liberdade
sanitária

animais livres de
dores, lesões e
doenças

4

Liberdade
comportamental

animais livres para
expressar seu
comportamento
natural

5

Liberdade
psicológica

animais livres de
medo e angústia

Possuímos Oficiais de Bem-Estar Animal em toda a cadeia produtiva da BRF, isso quer dizer que possuímos embaixadores do tema Bem-Estar animal desde a criação dos animais, transporte e indústrias. Esses profissionais são líderes, referência na sua área de atuação e possuem autonomia e autoridade sobre o processo.

Participamos ativamente das discussões sobre bem-estar animal nas entidades setoriais, tais como a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e do International Poultry Council, dos quais somos membros. Além disso, por meio de compartilhamento de nosso conhecimento técnico e disponibilizando acesso as nossas unidades produtivas, geramos conhecimento e pesquisas dentro da realidade produtiva brasileira, através de instituições como EMBRAPA (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Participamos ativamente do grupo 3T Alliance, com a World Animal Protection, e ao lado de um grupo global de especialistas que trabalha de forma colaborativa para estudar e reduzir alterações físicas realizadas nos animais, incluindo corte de cauda, corte de dentes e castração cirúrgica. O objetivo final desta Aliança é usar as informações coletadas para desenvolver um caso baseado em evidências a ser levado à indústria globalmente, para apoiar a eliminação gradual de procedimentos dolorosos em benefício do bem-estar dos suínos.